domingo, 21 de março de 2010

Religião, qual escolher?

Não se deixe obcecar por religião alguma.

Não somos obrigados na vida real a participar de comunidades que se somam por números.

Entenda que um dos objectivos mais bonitos da vida é amarmo-nos uns aos outros. E por isso, não é necessário que exista qualquer tipo de religião.

Amar em plenitude é a receita que Deus nos deu.
Nomear e separar crenças e leis em "religiões" é coisa do homem.

Joice Worm