domingo, 31 de agosto de 2008

Sobre a Estética

Hoje recebi uma mensagem muito interessante de Denise BC (Alecrim Dourado) , através do meu mail particular, da ideia do cantor e compositor "Herbert Viana" sobre a estética exagerada e a juventude artificial que se cresce com os parâmetros da superficialidade da aparência, etc.

Ainda não havia comentado sobre a loucura da estética porque em tempos de crise, eu até já pensei em fazer um curso para explorar esta área.

Pagam tanto e tão bem, que sinceramente, estou na berlinda...

Não fiz curso nenhum para o efeito, mas confesso que se pudesse faria!. Apesar de, sinceramente, não pensar em fazer nenhum remendo em mim...

Acho que estou bem, e vou envelhecendo saudavelmente. Vou deixar tudo como está. Me adoro!... Com ou sem barriguinha...Quando esta começa a saltar da cintura da calça, passo dois dias a comer uma torradinha, frango, iogurte, fruta e verdura... Depois vou colocando outras coisa que meu organismo necessita... massa, arroz, peixe, um bocadinho de carne, chocolate (para activar a memória), queijo... mas tudo em quantidades à francesa e segundo receita do Leonardo Da Vinci (con um toque de arte). Não gosto de me abster da comida nem da bebida.

Gosto, como!... Quero, bebo!... Em doses moderadas nada é prejudicial. O bom é aproveitar a vida sem castrações. Muito menos, mutilações...

Bom apetite!!... E antes que eu me esqueça... A beleza vem de dentro. Não adianta ser bonito/a-estúpido/a. A não ser que seja para comercializar a sua imagem. Retiro as minhas palavras.

(Joice Worm)

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Descanso

Como diz um amigo... Com este meu sorriso baiano...
BOM FIM DE SEMANA!!


Nada

Eu quero!... dizemos quando somos crianças.
Eu desejo!... dizemos quando somos adolescentes.
Eu exijo!...dizemos quando somos adultos.
Eu espero!... dizemos quando somos velhos.

" !"... dizemos quando morremos.

(Joice Worm)

Caminho Suave

Há um ensinamento confucionista - do século X – como base para o início do conhecimento da importância de viver que eu adoro repetir em minha mente para ajudar ao brilho da minha filosofia.

"O povo antigo, que aspirava à clara harmonia moral do mundo,
punha primeiro em ordem a sua vida nacional;
Os que desejavam ordenar sua vida nacional
regulavam primeiro sua vida familiar;
Os que desejavam regular sua vida familiar
cultivavam suas vidas pessoais;
Os que desejavam cultivar suas vidas pessoas
arranjavam primeiro seus corações;
Os que desejavam concertar seus corações
tornavam primeiro sincera a sua vontade;
Os que desejavam tornar sincera a sua vontade
chegavam primeiro à compreensão;

A compreensão provém da exploração do conhecimento das coisas.

Quando se alcança o conhecimento das coisas,
atinge-se a compreensão;
Quando se atinge a compreensão,
a vontade é sincera o coração se concerta;
Quando o coração se concerta,
cultiva-se a vida pessoal;
Quando se cultiva a vida pessoal,
regula-se a vida familiar;
Quando se regular a vida familiar,
a vida nacional é ordenada;
E, quando a vida nacional é ordenada,
o mundo está em paz. "

O que preciso dizer mais. Com este círculo perfeito de atitudes, acho que as outras fórmulas entram em desuso.
Bem haja!

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Viva a vida!

Não se entristeças... Você já imaginou quão especial tu és?

Se perdeste um trabalho que tinha há muito tempo, vá ver que será uma oportunidade para mudar de uma vez por todas, e evoluir... Por vezes, ficamos estagnados e não desenvolvemos suficientemente. Já te imaginaste velho e sem histórias para contar das coisas que fez e que aprendeu no labor?

Se perdeste um amigo, por intrigas ou descaso ligado à ele. Deixa lá. A vida segue e, amigo que é amigo, volta! As intrigas são descobertas e o momento do perdão será mais especial do que toda a vida passada.

Se está chateado com o seu companheiro ou companheira... Nada como um dia atrás do outro. O que precisa semear é a paciência, a tolerância e a compreensão. Haja como se o seu companheiro estivesse a precisar de um amigo e este pode ser você. Como "amigo", o que faria? E ainda mais, se um dia já amou muito esta pessoa, pergunte o que mudou desde então. Recuperem juntos os bons momentos. Com certeza os dois sentem a mesma necessidade.

Viva a vida!!

(Joice Worm)

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Evoluir pensando...

A liberdade de pensar,
jamais foi impedimento para a evolução humana.
Pior do que abrir a mente
é obstruí-la de imaginar
ou aliená-la com uma única idéia.

(Joice Worm)

sábado, 23 de agosto de 2008

De onde viemos? Quem somos? Para onde vamos?

Esta pergunta foi pertinente ao pintor Francês Paul Gauguin. Seu quadro com o mesmo nome do título deste post, retrata sua idéia da evolução humana. Começa com uma criança em um canto (em amarelo, mas na penumbra), um adulto ao meio em contacto com o conhecimento (em amarelo iluminado)e no outro canto uma idosa (amarela, mas completamente na sombra de uma árvore), por trás, a natureza...

E a pergunta que intitulou o quadro continua sem resposta até hoje... De onde viemos? (Pensando de uma forma transcendental, ainda não temos certeza das respostas), Quem somos? (Ainda podemos arriscar alguma contestação) e Para onde vamos? (Voltamos ao ponto de partida... Ao mesmo lugar de Onde viemos).

Catedráticos e amadores da filosofia gostariam de poder responder a esta pergunta tendo certeza que seria a resposta certa, mas duvido que mesmo após uma resposta aceitável, a mesma seja definitiva.

Já ouvi uma resposta na minha cabeça...

Viemos do nada. Não somos nada. Não vamos a lugar nenhum.

E também,

Viemos do etéreo. Somos energia. Voltamos ao etéreo.

Em resumo, de onde viemos e para onde iremos, pode-se falar de um mesmo lugar. E o que somos, será uma questão de escolha: TUDO ou NADA

Em todo o mundo se pergunta a mesma coisa, o que nos convence de que apesar das diferenças, somos todos iguais:

Francês : D'où venons nous? Que sommes-nous? Où allons-nous? (título original da obra de Gauguin)
Alemão:
Woher kommen wir? Wer sind wir? Wohin gehen wir?
Inglês:
Where Do We Come From? What Are We? Where Are We Going?
Espanhol:
¿De dónde venimos? ¿Qué somos? ¿A dónde vamos?
Català: D'on venim? Què som? Cap on anem?

Suomi: Mistä tulemme? Keitä olemme? Minne menemme?
Íslenska:
Hvaðan komum við? Hver erum við? Hvert förum við?
Italiano:
Da dove veniamo? Chi siamo? Dove andiamo?
Russo:
Откуда мы пришли? Кто мы? Куда мы идём?

...

(Joice Worm)

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Futuro

Acho que o futuro é já amanhã, e depois de amanhã e depois...
Um dia atrás do outro.
Não entendo como posso ser feliz daqui a vinte anos.
Entendo que sou feliz hoje e serei mais ainda, amanhã.
Então, repito, o meu futuro é "já amanhã"!!

(Joice Worm)

domingo, 17 de agosto de 2008

Conflitos... Causas e consequências

No trabalho o que pode causar um conflito?...

. Má interpretação de uma informação
. Confusão entre informação e opinião
. Diferentes interesses
. Rivalidade
. Diferentes níveis profissionais
. Invejas, ou seja diferentes valores... e por aí afora.

Como resolvê-los,

. Ou entramos em um acordo ou acabamos o assunto com uma ruptura (não querendo dizer que assim o resolvemos)

O pior que pode acontecer, se não quisermos entrar em um acordo...

. Não acreditamos em um futuro mais risonho
. Criamos inimigos
. Nos encorajamos para a competição
. Perdemos valores positivos
. Nos tornamos mesquinhos

Há que pensar, dar tempo ao tempo e tentar sermos condescendentes... Assim penso eu.

sábado, 16 de agosto de 2008

A música e o cheiro

... A música me transporta para lugares tão distantes que por vezes me perco sem dar limites à minha imaginação.
... Quando chego ao porto seguro da minha vontade, lá onde me encontro mais nova, mais bonita e mais saudável, sinto um cheiro familiar.
... A música e o cheiro me alimentam e me faz reviver tempos idos. Família, amigos, colegas de trabalho, vizinhos, comerciantes... Lembro-me do apito tradicional do amolador de tesouras... Fiuuuuuuuuuuri! Fiuri!...

Ai, ai... Agora estou ouvindo 'Tango' e sinto cheiro de vários perfumes que se mesclam no ar... Onde andará em realidade a minha imaginação?

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Cores da minha sorte

Vou contar um segredo... Todos os dias me visto com a cor que quero atrair a "Sorte do meu dia". Hoje estou vestida de Branco.

Vermelho..........Paixão, amor, fertilidade
Rosa...................Reconciliação e Entendimento
Azul claro..........Fortuna
Azul escuro....... Força e vence batalhas
Verde.................Esperança
Amarelo.............Sabedoria, Generosidade e Riqueza
Branco...............Paz, Saúde e Protecção Familiar
Lilás...................Justiça
Roxo..................Felicidade
Laranja..............Contra Traições

O que sinto é Amor!

E eis que surgiu um homem na minha vida.
Olhei os seus braços, o movimento das suas veias,
A força que os seus músculos me avisavam,
A doçura intrigante no seu olhar,
E um rosto que me cativou.

Conquistou-me, amou-me e casou-se comigo.
Tratou-me como uma frágil princesa
E me fez namorada e amiga.
Ao fim de vinte e dois anos, trata-me como a uma rainha
E já me fez progenitora, amante, fiel e confidente.

Delicio a minha alma ao me ver feliz e concluo,
Que este "pulso masculino" que me defende e me protege
É o exemplo de um homem que ama a sua mulher.

Bem haja!
Longa vida ao meu Guerreiro!!

(de Joice Worm para Paulo Worm)

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Coração feminino

Uma mulher que ainda é menina, sonha, brinca, cria, constrói e ama...
Uma mulher que vira moça, sonha e ama...
Uma mulher que vira mulher, ama, ama e ama...
Uma mulher, que envelhece, esquece, perdoa, chora e ama.

Um coração feminino é delicado. Gosta de ouvir palavras apaixonadas e promessas por cumprir. Acredita nestas mesmas promessas porque não vê nada que possa impedir. É meiga, é dengosa e carinhosa. Não fala alto nem gosta de barulho, é suave no andar e simples no vestir. Tem puros pensamentos e gosta de conversar e ouvir...

Mas por vezes, o coração feminino, é traiçoeiro. Não se deixa enganar. Luta pelos seus direitos e exige o cumprimento das promessas. Chora de raiva e de ciúmes, dá carinho se receber em troca. Pede mais do que lhes podem dar. Sofre por todas as suas frustações e deprime-se. Sua felicidade depende da compreensão do seu companheiro e daqueles que a rodeiam.

Mas segue sendo feliz, porque ser "mulher" é "ser vida, em corpo e alma".

sábado, 9 de agosto de 2008

Absurdo

Hoje, só para distrair e para introduzir um tema de direito à "indignação", vou deixar uma pergunta pertinente e direcionada a todos...

O que você acha um absurdo?

(Independente de qualquer questão a abordar... Assim em termos gerais, o que você acha um absurdo?).

Por exemplo. Para mim, é um absurdo...

Um cidadão de um país vir assaltar e morrer em outro país, deixando um recado para dar à mãe de que ele está trabalhando muito e que está tudo bem!

...

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Dor de cabeça!

O que me faz ter dor de cabeça...
É o vinho que não tomei
A viagem que não fiz,
O amigo que não encontrei,
O sonho que não realizei,
E o livro que não escrevi!

(Joice Worm)

domingo, 3 de agosto de 2008

SPA doméstico

E quem disse que o stress não é uma chamada de atenção a um possível esgotamento? Não adianta imaginar que podes trabalhar arduamente à espera do período das férias porque nesta altura você já pode não estar em condições de disfrutar devidamente.

A ordem é relaxar pouco a pouco...

Cada vez que se aproximar o fim de semana, vislumbre o seu "SPA doméstico"!

Sua cama para relaxar à vontade, seu companheiro para lhe massagear as costas e vice-versa, uma cervejinha gelada na hora do calor ou mesmo "água", fonte da vida... Bebendo devagar e sem pressa.
Comida caseira elaborada com carinho e tempo. Um mergulho no chuveiro, deixando que molhe de alto a baixo, o rosto, cabelo, pescoço... Sempre pensando que mergulha em uma grande piscina ou em mar calmo... De olhos fechados... Relaxando...
Aproveitar para fazer amor com o massagista (para os casados... ou não)... ou se estiver sozinho, acariciar-se, amando-se infinitamente. Seu corpo é único e é seu!
Ler um bom livro que lhe transporte para outro tempo enrrolado/a em uma toalha sem roupa interior... Dormir nos braços de Morfeu (ou de quem quer que seja (risos))...

Na segunda-feira... Levante com o melhor pensamento positivo que lhe ocorrer, tipo:

"Hoje eu vou me dar bem!!"

(YES!)

sábado, 2 de agosto de 2008

O ar que eu respiro...

Há alguém neste mundo que não se esforce por conseguir alguma coisa?
Há por acaso alguém que nunca tenha passado por uma decepção, um apertão na vida, uma desilusão amorosa, uma discussão que faz saltar lágrimas?

Há alguém neste mundo que não tenha rido às gargalhadas?
Há por acaso alguém que nunca tenha passado uma grande alegria, um abraço apertado e um beijo alucinante, um momento de carinho e afeição?

Há alguém que não tenha respirado o ar que eu respiro?

Se a resposta é: "Não, não há ninguém que não tenha passado o mesmo"

Então digo-te: Acho que somos um só!...

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Qual será o meu tipo de fim de semana?

O que significa "fim de semana" além de ser "o fim da semana"?

Tipo 1
Para uns, horas longas de sono. Espreguiçar, ler até tarde, ver filmes, brincar com o cão ou com o gatinho descontraidamente, levar as crianças à praia, piscina ou futebol de amiguinhos, ir ao shopping, ver televisão, alugar filmes DVD, dormir outra vez tarde e acordar outra vez tarde...

Tipo 2
Para outros, dia de arrumação da casa. Troca de lencóis, limpeza a fundo daquele lugar que não se vê, lavar, passar, guardar... Fazer contas, abrir as cartas de sexta-feira, calcular, arquivar, jogar coisas fora, arranjar um tempinho para telefonar a uns amigos que já não vê há tempos, estudar para exames acumulados, dormir com um comprimidozinho, depois de uma depressão...

Tipo 3
E ainda há aqueles que esperam o fim de semana para não fazer nada. Dormir, sair com os amigos, beber uns copos, ler um livro que já começou há meses, comprar algo que lhe dê prazer, ver filmes repetidos, jogar no video game falar na internet infinitas horas...

Tipo 4...