sexta-feira, 30 de maio de 2008

Tolerantes, tolérantes, tolerant, toleranti

Gosto especialmente de pessoas boas, amavéis, condescendentes, tolerantes, amigas, confiáveis, honestas, humildes, respeitadoras, bondosas, caridosas, compreensivas, agradecidas, colaboradoras...

Primeiro, tenho que questionar-me se sou tudo isto que quero que sejam para mim, depois tenho que ser tolerante para quem não seja o que eu espero, e assim, conseguirei conviver com qualquer ser humano.

En español

Mi gusta notadamente de personas buenas, amables, condescendientes, tolerantes, amigas, confiables, honestas, humildes, respetables, humanas, comprensivas, agradecidas, colaboradoras...

Primero, tengo que cuestionarme si soy todo eso que quiero que sean para mi, después tengo que ser tolerante para quien no lo sea lo que yo espero, y así, conseguiré convivir con quaisquer ser humano.


Français

J’aime bien des bonnes personnes, aimables, complaisantes, tolérantes, amicales, fiables, hônnetes, humbles, respectables, humaines, compréhensives, reconnaissantes, coopératives…

D’abord, je dois me demander si je suis tout cela que j’attends des autres ; puis, je dois être tolérant avec ceux qui ne sont ce que j’attends. Il est comme ça que je réussirai à vivre avec n’importe quel être humain.

English

I really like people who are good, kind, complacent, tolerant, friendly, reliable, honest, humble, respectable, humane, understanding, grateful, collaborator…

First, I must ask myself whether I am all that I want others to be for me; then, I have to be tolerant with those people who are not what I’m waiting for. Like that, I will be able to coexist with no matter who.


Italian

Mi piacciono molto le personne chi sono buone, amabili, condiscendenti, toleranti, amicali, affidabili, oneste, umili, rispettabile, umane, comprensive, riconoscenti, collaboratore…

Prima, devo chiedermi a me stesso (a) se io ci sono tutto quello che vuolo che gli altri sanno per me; puoi, ci vuole essere tolerante con le personne che non sono come io spero. In questo modo, potrei convivere con qualsiasi essere umano.


Deutsch (Alemão)

Ich mag haupsächlich gute Menschen, liebeswürdige, tolerante, freundschaftliche, zuverlässige, bescheidene, respektvolle, mildtätige,verständnissvolle und hilfsbereite....

Als erstes, muss ich mich fragen, ob ich das alles bin, was ich von den andern erwarte. Danach muss ich tolerante genug sein, um der jenige zu akzeptiere, der es nicht ist. Nur dann kann ich zusammen mit jeder Mensch leben.

Dinamarquês

Jeg kan for det meste godt lide gode mennesker, der ogsaa er venlige, tolerante, trovaerdige, beskedene, respektfullde, godhjertede,forstående og hjaelpsomme...

Som den forste, sporg jeg mig, om jeg er alt det jeg forventer af de andre. Saa skal jeg vaere tolerant nok om at akzeptere den, som ikke er. Kun derefter kann jeg leve sammen med hvert andet menneske.

Tenho que agradecer a minhas amigas Caro (Barcelona) e Ilaine (Dinamarca) o carinho de me terem traduzido em outras línguas além do português. Fenomenal!

Se alguém souber traduzir em outra língua que não esteja aqui, meu sorriso ficaria ainda maior...

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Meme e selinhos

Só para variar e fazer uma quebra de rotina, vou aceitar um convite da
Tâmara para responder esse meme que ela recebeu de Thito e que por sua vez recebeu de outro blogueiro e por aí afora...

Bom, preciso descrever 8 coisas que quero fazer antes de bater os saltos (morrer). Melhor deixar entre parêntesis...

Vamos lá:

1. Me estabilizar profissional e economicamente para poder viajar por aí... Ilhas Seychelles, é um exemplo.

2. Ver minhas filhas formadas, e felizes com o companheiro que escolherem.

3. Estar junto ao meu marido.

4. Ter contribuído para deixar feliz, milhares e milhares de pessoas.

5. Comer (em Portugal diz "comer um gelado") um grande Sorvete com 3 bolas, cobertura de caramelo, leite em pó da Nestlé e bolachinha.

6. Ter escrito e publicado mais que um livro.

7. Ver o sonho do meu marido realizado (não conto...)

8. Conhecer meus leitores... Um sonho.

Os selinhos estão na barra lateral a encantar o meu sorriso e meu espaço.
Já estou vaidosa. Obrigada ao Carlitos , meu amigo do peito (Colisão numa Aleatoriedade de Sensações); Aline Romero, super sensível e carinhosa (Notas Noturnas) e a queridíssima, gatíssima Tâmara (Intimidade).

Tenho que passar o meme, mas tenho que pensar primeiro...

T'ou véia e cansada.
Sou baiana e as coisas tem que ser devagar, bichin... Num sabe...
Eitha, Viche Maria... Tá tudo avexado!!

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Crescimento humano

Porque razão, algumas pessoas só acreditam que evoluiu,
Se tiver "certeza" que deixou alguém para trás?...

terça-feira, 27 de maio de 2008

Colibrí

Todos somos colibris en este mundo. Aprendimos unos con los otros. Sea mujer, sea hombre, sea pensamiento... Los verdaderos colibrís nunca han de morrír. Tienen vida propia.
Joice Worm

domingo, 25 de maio de 2008

Valores

Seguramente,
Damos valor àquilo
Que nos dá mais prazer!

(Joice Worm)

Beleza

Vemos as coisas como somos!

Não como realmente são.
Vemos as coisas como nos sentimos.
E elas, podem se tornar
Belas ou tenebrosas,
Pois uma aparência
Pode não ser uma realidade.
Por isso, a beleza,
Está nos olhos de quem vê.
E quem vê, pode não a sentir!

Vemos as coisas como somos!

Joice Worm – 31.Março.2007

sábado, 24 de maio de 2008

Grades

Já consegui ver o umbral como grades.
Daqui da Terra, é difícil escapar sem sofrer...
(Joice Worm)

terça-feira, 20 de maio de 2008

Hábito rotineiro

Penso que, aquilo que atrapalha
o crescimento, o desenvolvimento e a inovação,
é o hábito de fazer sempre o mesmo há anos
e considerar que é o mais certo.
Concluo que a comodidade impede a evolução"
(Joice Worm)

Anjo da Guarda

Escrevi sobre o meu Anjo da Guarda em 11 de Agosto de 2007. Está aqui no Blogger, e um leitor me relembrou com carinho e me indicou outra vez onde se encontrava. Desde já o/a agradeço. E como não houve naquele dia, nenhum comentário, deixo o linck para leitura. (Raramente escrevo textos longos. Isto faço na "Novela quase verídica" que já vai na folha 12 em http://novelaquaseveridica.blogspot.com/. )

Linck do Anjo da Guarda
http://opequenomilagre.blogspot.com/2007/08/anjo-da-guarda.html
(Podem comentar lá ou aqui, o Blog é o mesmo)

Ops,
É verdade hoje faço com meu marido, 21 anos de casados!!!
Êeeeeeeeeeeeeee..... E ainda namorando muiiiiiiiiiiiito! Adoro este homem!

"Meu amor, me faz sentir como se eu fosse uma deusa de Vênus
e me defende como se ele fosse um guerreiro de Marte!" (Joice Worm)

domingo, 18 de maio de 2008

Mais do que.

Se quer ser algo "mais do que",
escolha ser mais do que "você mesmo"!
Hoje você é pedra
Supere-se dia após dia. E verá:
Não há angústia,
Não há depressão.
Você se reconhece como "melhor que ontem"
Acalma, acalenta-se, anima-se.
Você se reinventa
Se burila
Se torna diamante!

sábado, 17 de maio de 2008

Para mim!

A poetisa Lu Cavichioli me fez uma entrevista. E eu fiquei toda vaidosa. Não faz mal pois não? Até as perguntas são a minha cara...
http://escritosnamemoria.blogspot.com/

O segredo ortógrafico

(Sobre o Acordo ortográfico entre Portugal e Brasil)
... E já existe uma polêmica nos comentários deste post...

O bom da vida está no "aprender"
Quando crianças somos ávidos
Tentamos alcançar tudo com a mão aberta
Alcançamos uma caneta com uma pinça,
usando nossos dois dedinhos.
Observamos.
Experimentamos.
Uma letrinha aqui, uma letrinha ali,
Formamos uma palavra.
Nomeamos coisas.
Juntamos outras palavras.
Formamos frases.
Comunicamos.
Ensinamos.
Somos levados pelo entusiasmo.
Criamos.
Reinventamos.
Acordamos e nos unimos!

(Joice Worm)

sexta-feira, 16 de maio de 2008

És astro!

Tranquilos...
Nem o sol consegue ser forte quando passa uma nuvem de tempestade.
Mas, a sua essência ela não consegue apagar,
Porque por detrás, o astro permanece íntegro...
... E espera...

(Aos meus cristais - Joice Worm)

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Auto-estima é isto!

Não estamos sós, nadando neste imenso mar de vida,
que se transformou em uma piscina olímpica comunitária.
(Joice Worm)

Estava me lembrando de um homem que contava a história de seu filho.

Dizia que o rapaz era um entusiasta inato. Que em tudo, ele via o lado bom. Era gordo e muito trapalhão, e tinha uma vontade louca de ser atleta. O pai não acreditou quando ele disse que tinha se inscrito no campeonato de natação da escola. Soube que já estava perto de chegar o dia da competição e não via como o filho poderia emagrecer, para vencer com mais leveza esta façanha.
O pai, rezada dia e noite para que a competição fosse anulada, e o que aconteceu foi inédito:
No dia marcado 4 dos 6 meninos inscritos não se apresentaram. Restaram "2". Um deles, era seu filho, que não se continha de alegria por estar a competir.
Pam! Deu-se a largada e o filho dele chegou em segundo lugar.
Saiu da piscina todo contente dizendo:

- Viu pai, se meu colega não tivesse vindo, eu seria O PRIMEIRO!

Acho incrível esta história. Adoro esta criança!!

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Controle e Domínio

Há alturas nas nossas vidas que, remamos, remamos, remamos..
E descobrimos, depois de muito cansados
Que remamos contra a maré...

Há alturas que caminhamos e procuramos, não junto à morte
Uma luz ao fim do túnel.
Uma resposta, às nossas perguntas
Uma solução, aos nossos problemas...

E a luz, que está lá ao fundo...
Parece que nunca a alcançamos.

Tudo bem!!
Continuamos. Sabe porque?
Porque temos o recurso dos remos
E o recurso da vela.
E temos a experiência dos nossos amigos
para responder algumas perguntas.

Depois, a solução, surge à frente do nosso nariz...

Controle e Domínio...
Pensar, Sentir e Actuar!

Ou melhor:
Nós somos a solução!!

terça-feira, 13 de maio de 2008

Suspiro

Já pensei em ser tinta na pena da imaginação...
(Joice Worm)

Conhecer a si próprio

Acho que o conhecimento do homem, é algo inesgotável.
O que nos falta, é tempo para descobrirmos tudo.
Quando começamos a amadurecer e sentirmo-nos experientes,
conhecemos a linha de fim...
Olhamos para trás e descobrimos uma série de portas que não abrimos.
Fora e dentro de nós!
(Joice Worm)

domingo, 11 de maio de 2008

Um conselho a quem pediu...

Soube por um passarinho, que um raio tentou apagar o seu sorriso de anjo.
Acha que um raio que apaga uma luz como o teu sorriso,
merece alguma consideração?
Não acha que o seu pára-raio já estava saindo muito do eixo,
e por isso lhe encontrou vulnerável?
Sabe o que fazemos quando somos vítimas de uma raio destes?
Deixamos passar o susto e intensificamos as nossas defesas.
Agora, levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima.
Não há ninguém no mundo que tenha o direito de nos fazer infelizes!
Diga em frente ao espelho: BASTA, AGORA SOU MAIS EU!!!

(Joice Worm)

Viver minhas raízes

Dá vontade de fazer as malas e seguir viagem.
Pisar na areia da praia e me batizar nas águas do mar.
(Joice Worm)
Linck em qualquer lugar vai dar ao mesmo filme

sábado, 10 de maio de 2008

Lugar naturalmente sagrado

Estava mesmo a pensar na minha mulher: "EU". Joice!
Como me quero tanto, como aprendi tanto, como não tolero certas coisas mais em minha vida. Tenho me dado conta de falsos amigos, tenho me deprimido por atitudes de pessoas... notícias terríveis e coisas que tais.

Hoje me apeteceu dar um grito. Um basta. Sair voando para longe de tudo, só para pensar.

Que coisa...Será a Síndrome da idade chegando? Hora de mexer na consciência e de começar a escolher melhor o que ficará para o resto da minha vida...

Se não fosse a linda família que tenho, partia já para um lugar sagrado qualquer. Não era preciso ser sagradamente religioso, tinha que ser cheio de paz natural e que me aceitasse ali... em silêncio!

sexta-feira, 9 de maio de 2008

A saga do medo continua...

Receita nº 3

"Eu sabia que dificilmente teria outra oportunidade.
Como a melhor maneira de vencer o medo é encarando-o de frente,
Não pude deixar de agir diferente. "
(Raquel G. de Oliveira)

Receita nº 4

"De uma forma ou de outra,
Sempre teremos que nos colocar cara-cara com nossos medos,
Do contrário,
Serão eles os vencedores."
(Jacinta)

quinta-feira, 8 de maio de 2008

A saga do Medo

Receita nº 2

"Não te importes muito com esta personagem.
Não lhe dê forças.
Não pense na palavra, não introspecte,
não se comprima de dores e tremores por saber que o vai enfrentar...
Abra o peito, levante a cabeça e aja!
Isto chama-se: ATITUDE."
(J.Worm)

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Leonardo, cozinheiro

Vendo um destes programas de conhecimento culturais para que o participante ganhe uma boa soma de dinheiro, curiosamente fiquei a saber que houve um Restaurante em Sociedade partilhado incrívelmente, por Sandro Boticcelli e Leonardo Da Vinci.
Este homem, além de ser Arquitecto, desenhista, pintor, escultor e matemático, também era cozinheiro. Um espectáculo!
Leonardo que era muito gordo na adolescencia e muito dado a guloseimas e afins, para se manter entretido e não comer tanto, seu pai o colocou a trabalhar como aprendiz com o artista Verochio, mas mesmo assim era complicado fazer o rapaz parar de comer. Assim, como castigo, foi obrigado pelo mestre, a fazer uma dieta e também desenhar um anjo no quadro "O batismo de Cristo". Como a vida não é fácil para ninguém, com o passar do tempo, teve que pagar os seus gastos. E por isto foi trabalhar para uma Taverna como mesero. Com a morte misteriosa do cozinheiro, Leonardo teve a oportunidade de entrar para a cozinha onde começou a servir os seus pratos mais decorados e bonitos que alguém já tinha visto na época.
Mas infelizmente, ele vivia na época em que, além de comerem em quantidade, as pessoas comiam com as mãos. Resultado, foi forçado a fugir da Taverna sobre ameaça de morte por estar burlando os clientes com tão pouca comida. O que é conhecido hoje de Nouvelle Cousine, que a intenção seria mudar o hábito de comer, pelo de admirar e degustar.
Bom, com este relato, ainda tenho a dizer que finalmente, e ilusionado como toda boa gente que sabe cozinhar, abriu um Restaurante com Boticcelli chamado em espanhol: "La enseña de las tres ranas" e o menú era escrito de trás para frente. Mas como a história da Gastronomia é sempre diferente daquela que é a visão do cliente, não deu certo, pois além das pessoas quererem comer em quantidade, não entendiam o menú. E o pior, foi atravessado pelo Macdonald da época.
Enfim... Há mais histórias deste homem na cozinha, mas para mim, é suficiente saber que ele também teve a mesma ilusão que eu e meu marido tivemos. Pena não sabermos pintar como ele... Estávamos safos!

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Receita da vida para o medo

Combater o medo não é tarefa fácil. E tão pouco é uma lição que se acaba com um texto que lhe chama atenção. É preciso receitas. É preciso conversarmos uns com os outros e dizermos como enfrentamos um dia "o bicho papão". E por este motivo, vou partilhar as palavras que escrevi em comentários com a Fernanda do Blog "Mãe e muito mais..."

Esta é a minha receita nº 1:

"Em qualquer momento que o medo aparecer, o que devemos fazer é enfrentá-lo. E como? Fazendo exactamente o contrário daquilo que a sua consciência lhe disser e que seja no mínimo sensato. O resultado é tão dinâmico e positivo, que você nunca mais vai querer parar. E assim que seu medo perceber que estás usando uma arma nova, foge por não ter como lutar contra a sua maior vontade: A vontade de experimentar!" (Joice Worm)

E todas as outras receitas se enumerarão a proporção que cada um de nós descobre um ingrediente novo para usar como arma.

sábado, 3 de maio de 2008

Muerte al miedo!!

(Abaixo no post anterior, em português...)

Continuo a mi fascinar con el tema del MIEDO. Para mí, tentar vencer el miedo, es como todos los días salir a la guerra y volver vitoriosa. El Miedo para mí, tiene el sabor del desafio. Percibo en el día a día, que cuanto más lo enfrento, más vitórias tengo, quer a nivel material, quer espiritual. Antes, mirando un poco para mi pasado, descubro que cuanto más tenía MIEDO, más poderoso el se tornaba y haciame de vítima. Hoy y daqui por delante, no hay nada nesta vida que yo no tenga coraje de enfrentar. Ní el desconecido lugar, ní de perder benes materiales o mismo de perder controle sobre sea lo que sea. No tengo miedo de nada, ni de nadie. Mi vida será orientada por mí y pelas oportunidades que vengan al mi encuentro! Y cuando llegar "la hora mía " mirando hacia atrás, verei mentalmente, la aventura mas valiente que un día uno podía experimentar:

"Cómo maté el monstruo llamado MIEDO!!"

(Joice Worm)

Morte ao medo!!

Continuo a me fascinar com o assunto do MEDO.
Para mim, tentar vencer o medo,
É como todos os dias sair para guerra e voltar vitoriosa.

O Medo para mim, tem sabor de desafio.
Percebo no dia a dia, que quanto mais o enfrento, mais vitórias consigo.
Quer a nível material, quer espiritual.

Antes, olhando um pouco para meu passado,
Descubro que quanto mais tinha MEDO,
Mais poderoso ele se tornava
E me fazia de vítima.

Hoje e daqui por diante,
Não há nada nesta vida que eu não tenha coragem de enfrentar.
Nem o desconhecido lugar,
Nem o de perder bens materiais
Ou mesmo de perder controle sobre seja o que for.

Não tenho medo de nada, nem de ninguém
A minha vida será orientada por mim
E pelas oportunidades que venham ao meu encontro!

E quando chegar "a minha hora"
Olhando para trás, verei mentalmente,
A aventura mais destemida que um dia alguém pôde passar:

"Como matei o monstro chamado MEDO!!"

(Joice Worm)

sexta-feira, 2 de maio de 2008