terça-feira, 29 de junho de 2010

Xô, gnomo!

- Eu faço com que tu te deprimas para brincar contigo - disse o gnomo.
- E eu não acredito que você faça isso comigo, porque não há interesse - disse a mulher.

- Eu faço com que tu te deprimas para brincar contigo - disse o gnomo.
- E eu não lhe vou dar nem mais um minuto de gozo - disse a mulher.

- Eu faço com que tu te deprimas para brincar contigo - disse o gnomo.
- E eu já não posso mais lhe ouvir, porque você insiste em ser meu inimigo - disse a mulher.

- Eu faço com que tu te deprimas para brincar contigo - disse o gnomo.
- E eu vou procurar seres fantásticos que me façam feliz! - disse a mulher.

- Vou lhe esquecer, gnomo. Você para mim, já não existe, continuou a mulher,

Puf... o gnomo desapareceu e levou a tristeza e a depressão.

- Gnomo, gnomo... - Gritou a mulher. Oh! Que coisa... já estava me habituando, continuou. Ia lhe contar que quase desisti de tudo por causa dele, mas ainda bem que se foi. Poderia incentivá-lo a continuar com seus propósitos. Melhor assim... Talvez também não lhe agradasse a soja que lhe dei estes meses. É, vai ver que foi isso...

by J.Worm
(brincando com a menopausa)

5 comentários:

tossan® disse...

É, vai ver que foi isso...Muito legal! Beijo

Vivian disse...

...sei bom como é esta
'amizade' com gnomos.

seres com brincadeiras sem graça..

rsrs


ainda bem que hoje rompemos
laços pra sempre...

xô gnomo!!


bj, lindeza!

Vieira Calado disse...

Caríssima!

Que alegria voltar a vê-la!

Quanto ao seu bar...

lamento

mas a vida está muito difícil.

Resta a alegria de ver a descendência bem encaminhada!

Beijinhosss

Joice Worm disse...

Tossan,
Artista, meu. Tu nem imaginas a falta que aquela "coisa" faz, mas ainda bem que não sabe e já tem a receita. Dá soja para ela (a mulher de ciclo completo), nem que seja para diminuir os calores... Hehe.

Vivi,
Tu sim, sabes como é... Mas a gente aguenta! Hehe. E se aguenta. Isso e mais alguma coisa. Guerreiras para sempre. Muac!

Vieira,
Nem imaginas o efeito que me fez com a sua presença. Passei este período de depressão também a pensar em ti.... Sei lá porque.
Mas nada como experimentar a amizade. Essa idade dos depois dos 40 e algo são terríveis mas, de suma importância para mais uma fase de crescimento. E confesso que cresci em meses o que há anos venho aprendendo. Bem haja!
Um beijo no seu coração, Vieira.
Obrigado por lamentar esta história que lhe contei. Mas vai dar tudo certo. Eu sei que vai!
Muac!

Fernanda disse...

Porreiro!
Dá para brincar com a menopausa, hahahaha...isso é muito animador!

(Agora entendi aquele comentário nostálgico, sobre as minhas crianças, rsssss...)

Beijos, Joice, fica bem!