terça-feira, 25 de março de 2008

Te doy mis ojos

Hoje vi um filme espanhol sobre a violência doméstica. Chama-se: "Te doy mis ojos" realizado por Icíar Bollain. E em resumo conta a história de uma mulher que diante da repressão do seu marido passa momentos completamente angustiantes com seu filho.

Aqui, o filme mostra a violência psicológica que pode ser tão má quanto a violência física. Sentimos ao longo da história de Rosa, a perda de auto-estima, da individualidade e da própria liberdade. E a única coisa que lhe prende ao marido, é exatamente aquilo que ele não sente por ela: Amor.

É uma história muito forte e real. Não podemos ficar a parte da doença que parece ter o homem agressor. Não podemos deixar de sentir a confusão que faz à família de Rosa, por ela não abandonar o seu marido, nem esquecer a cara do seu filho a cada dia que o pai começava a se tornar violento.

No final. Ficamos a pensar, porque algumas pessoas se amam tão pouco!

3 comentários:

Denise BC disse...

Olá Joice

Pelo seu relato deve ser um filme muito bom.
Bjs,
Denise BC

Madalena Barranco disse...

Oh, Joice, e fico aqui pensando que o filme é um retrato da realidade de muitas famílias e mulheres que também vivem situações semelhantes... Beijos.

JOICE WORM disse...

Denise, realmente o filme está bem conseguido. A mensagem nos entra directamente ao coração. E sofremos por todas as mulheres vítimas de maus tratos...

Maga, realmente é uma triste realidade. E o pior é que a violência tem chegado a vias de fato, assassinando uns aos outros. Mas, muito mais do homem contra a mulher.