terça-feira, 4 de novembro de 2008

Soy Rico!

Alejandro Ballesteros Montaño
Título: Soy Rico Y De Nada Tengo Necesidad (de la Serie: 7Vy4A)
Técnica: Acrílico / Madera Medida: 120 x 120 cm Año: 2004


Convido-vos para ler e refletir uma história que criei há 1 ano atrás...

http://opequenomilagre.blogspot.com/2007/08/um-homem-muito-rico-de-dinheiro.html


A vida segue o seu curso...
Mas nós é que ditamos as normas de como ela seguirá.
Bem haja!

(Se tiverem o impulso de comentar, pode ser aqui ou lá no post de Agosto.2007)

7 comentários:

Dauri Batisti disse...

Fui lá, li a parábola e gostei muito. o fato dos envelopes por debaixo da porta deu emoção ao final. Um beijo.

Antonio saramago disse...

Nós podemos ditar normas, mas há sempre algo que se sobrepõe a nós.

Jacinta Dantas disse...

Bom reler o que foi feito noutros tempos. Um ano, quanta cisa acontece, quanta vida por aqui e por lá. A mim, causa emoção, não de saudosismo mas de realizações que podemos visualisar. Gostei.

Vivian disse...

...Joice, você é linda!

consegui 'viajar' na sua história
repleta de ensinamentos.

o que o dinheiro faz na vida de
certas pessoas, é muito triste
de se ver.

e pensar que o caixão não tem gavetas.

como bem disse o Dauri,
o final emociona-nos.

bjinhusssssssss, querida!

Gilbamar disse...

Conferi a beleza do texto e a magnitude da mensagem. Tudo nos faz refletir sobre nossas exigências tantas vezes desmedidas e das quais quase sempre nos arrependemos depois.

Fica meu abraço fraterno e amigo.

Gerly disse...

Infelizmente há quem prefira dinheiro e solidão em vez de amizade.

Parabéns pela história.

Bjoka!

:o)

Denise BC disse...

Gostei muito, mas dinheiro não compra amizade.
Bjs