sexta-feira, 29 de maio de 2009

Escritor de poesia

(Inspirada no post de Lu Cavichioli no Quiosque do Pastel)
http://vemproquiosque.blogspot.com/

Eu acho que todo escritor tem o seu valor e o seu públco. É possível que por vezes estejam apenas deslocados.

A meu ver a procura de livros de auto ajuda, já é por si só o medicamento do momento. No fundo, as pessoas que recorrem a este tipo de literatura não vê o autor. Vê a mensagem. E se necessita, compra. (Hei de completar esta afirmativa pois há outros motivos para comprar livros deste gênero. Eu pessoalmente, adoro!).

Quanto à poesia, o leitor não se importa de receber grátis ou de ler no ciber espaço, mas por alguma razão, se importa em comprar. Talvez não consiga dar valor comercial aos novos autores, porque este ainda não é falado nem comentado. E por isso o livro fica na estante. Não por não gostar, mas completanto, também por as vezes não entender o que o autor de poesias está querendo dizer. E quando não há comunicação, não há diálogo.

Acho que o escritor e o leitor são duas peças únicas na comunicação literária. Se um não compreende o outro, não pode existir relação.

Assim, penso eu...

Há um livro de poesia que minha filha tem, acho que se chama DUENDE que em uma das páginas tem uma poesia com uma única frase, por exemplo:

EU TE AMO

Pronto. Fim. Ali está escrito em uma página totalmente branca... E bem no meio: EU TE AMO... Essa era a comunicação, era a poesia e todo mundo entende e fica a olhar para as letras e sentí-la.

Todo mundo diz isso de vez em quando. Sente de vez em quando. Mas raramente vê escrito em uma página de livro de poesia. O homem (escritor), escreveu a frase na sua máquina, editou junto com outros tantos poemas e fez sucesso. Fazer o que?

Dá idéia de que o ser humano é cheio de necessidades e quando se depara com um copo de água, mesmo que esteja pela metade, mas lhe parece cristalino... bebe.

Joice Worm

16 comentários:

Abnara Leon® disse...

Lindo texto Joyce!!!
Como sempre seus textos sao de uma profundeza sem tamanho...
Um beijo enorme desta que te admira muito!!! Tenho adando meio ausente sem mta coisa boa na mente pra escrever, mas nao esqueço de passar aqui...
Beijocas

Lu Cavichioli disse...

Joice, adoro a capacidade que tens no equilíbrio. Voce é sempre calmaria, e consegue burlar o vento das tempestades. E o melhor de tudo: Mostra caminhos alternativos em tudo que faz.

Te amo!
Obriada por esse comentário que transformou-se em postagem.

Mil beijos

Raquel disse...

Joyce

Começou muito bem: "todo escritor tem o seu valor e o seu públco. É possível que por vezes estejam apenas deslocados".

Concordo plenamente, e o exemplo da poesia "eu te amo" melhor ainda!

Besitosss e bom fim de semana!

No Limite do Oceano disse...

:-) a metáfora do copo de água é genial, é que nem é a questão de ter sede que fala mais alto, é daquelas coisas que o ser humano tem.

Beijos,
Carlos

JOICE WORM disse...

Que delícia,
Vossos comentários ainda são melhores do que o meu texto.
Bem haja!!

Ilaine disse...

Oi, menina!

Que bom voltar...
Beijo

JOICE WORM disse...

Oiiiiii Ilaine!
Como posso eu deixar um anjo dormir??? Acorda, anjo, acorda!

Madalena Barranco disse...

Joyce, que show de texto!! Se me permite, um de seus melhores, se é que dá para escolher em meio a tanto talento da linda Joyce!! A arte está em expressar o complexo através do simples... Tá vendo? Me fez fiolosofar.

Beijos de bom domingo!!!

Luiz Caio disse...

Oi Joice! Bom dia!

É verdade! A maioria das pessoas não são muito ligada em poesia... Para ser mais franco, eu acho que não gostam mesmo! E é verdade também, que a maoria dos poemas são bem complicadinhos... Não dá para saber exatamente do que se trata! Mas não é só por isso que são rejeitados. Mesmo os versos mais simples e claros, e românticos, já não são mais vistos e sentidos, como eram há alguns anos atrás... Até as canções românticas, sempre tão bem acolhida pelas pessoas, hoje, já são rejeitadas por grande parte do público mais jovem... Os tempos mudaram, minha amiga!

TENHA UM LINDO DIA!

BEIJOS.

Abnara Leon® disse...

Oi Joyce, bom te-la novamente por perto...Eu tb acredito em anjos, e acredito em tudo que me traga felicidade!! Obrigada pela visita e pelas palavras que sempre me animam!!
Beijos te adoro!!!!

Caurosa disse...

Minha cara Joice Worm, simplesmente genial! Quem lê , reflete e entende esta frase em sua plena profundidade, está sempre com a mente e o coração aberto para o conhecimento. Quem sabe amar plenamente, é um ser total e feliz.Belo texto, parabéns.

Paz e harmonia para vocês

Forte abraço

Caurosa

JOICE WORM disse...

Mada,
Sua filosofia vai ficar na história..."A arte está em expressar o complexo através do simples". E depois diz que eu é que sei escrever. Haha. Te adoro, mãe-bruxinha.

Caio,
Ainda outro dia estive a pensar sobre isso. É uma pena saber que as letras de música já não são tão românticas e cheias de mensagens como antigamente. Ao menos as mensagens eram coerentes. E depois, ainda por cima, existem umas músicas que tem o descaramento de repetir 8 vezes a mesma porcaria de frase sem nexo com um ritmo alucinante e o pessoal dança que uma alegria que só vendo... no fundo acho que na música o que conta é o tom alegre que faz mexer. Ninguém está prestando atenção a letra... Deve ser isso. Afinal nós é que somos caretas! Eu hein... Que triste conclusão fui fazer.

Carlos Rosa,
Suas palavras me deixam lisonjeada. Gracias!!
Vou já ver-te no seu Blog. Me aguarde!

Amordemadrugada disse...

Ola Joice
Ainda bem ke te lembras de mim!
Um destes dias consultas-me no teu cantinho dos sonhos, tá?
Beijito doce e boa semanita amiga

Nadir Maria disse...

Filosofar faz bem e quando sai bem, melhor ainda.
Gostei.
Não do poema, que não sou ninguém para apreciar o que o autor quer, mas da poesia em redor da poesia.
Tenho uma amiga e visita do meu blog, que escreve sonetos, lembrando-me Florbela Espanca.
Nem sei se os distinguiria se me dissessem que era dessa alma que morreu no viço da vida.
Poesia é um bocado nós que se transforma e engrandece conforme o autor.
E há autores que não têm nome, mas têm poesia e não é para encher bibliotecas.
Lê-se como se bebe um copo da cristalina ... inspiração poética.
Poesia é uma maneira de olhar a vida, talvez até mais realisticamente.
Uma boa semana.

Sol da meia noite disse...

O ser humano sempre procura algo que o preencha, que responda às suas necessidades.
E na leitura, vai encontrando mensagens que são respostas a suas inquietações.

Beijinho, amiga *

xistosa - (josé torres) disse...

O comentário que saiu com o nome de Nadir Maria é meu.
Do chato!!!
Não sei o que se passou.
Utilizei o computador da m/mulher e saiu o nome dela.
Um dia perceberei destas coisas ...
Obrigada e até já ...