domingo, 14 de junho de 2009

Imortalidade

Há blogueiros pessimistas
Blogueiros entristecidos
Solitários...
Há blogueiros traídos
Blogueiros com pena de si mesmo
Deprimidos...
Mas também há blogueiros felizes,
Otimistas
Futuristas
Apaixonados
Escrevem e deixam marcas
Opiniões e sentimentos

Para a humanidade, você deixa objeto de estudo
Quatrilhões em cima de quatrilhões de palavras
Para gerações futuras e imortalidade pessoal
Jamás serão esquecidos
Pois o cemitério da informática está no espaço
E o espaço é infinito e pleno de potencialidades.

No futuro a ciber-biblioteca terá catalogado
O seu nome e os seus sentimentos

(Esqueça a história do fim do mundo... Escreva!)
Um espírito não morre. Sua idéia e filosofia tem vida longa.

Bem haja!

Joice Worm

10 comentários:

Sam disse...

Fiz um post muito melancólico, pra ver se conseguia aliviar um pouco a angústia, mas acabou que não deu certo.

Joyce, sempre escrevendo [e sabendo] o que nós precisamos ler!

beijos

Joice Worm disse...

Use a borracha mental, Sam!
Apague tudo que não presta. Deixe o melhor dos seus rabiscos e complete os mesmos com um traço mais forte de "vontade".
Sua experiência carregada na memória até hoje, já vale para ser o que você é.
Ninguém lhe impede de ser feliz, só você.
Estou contigo... E de mãos dadas!!
Beijosssssssssssss

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA JOICE, BELA POSTAGEM AMIGA, EU ADORO-TE PRINCESA... BOA SEMANA... BEIJINHOS,
FERNANDINHA

Nana disse...

Gostei mto do seu Blog!!
Passarei mais vezes por aqui
Bjs

Ilaine disse...

Joice!

Sou blogueira apaixonada, isto é certo. Mas, com certeza, ainda me enquadro em outros categorias. Linda mensagem para todos nós, Joice.

Catalogar sentimentos e idéias...
Maravilhoso!
Beijo

Joice Worm disse...

Oi Fernandinha,
Obrigada por seu entusiasmo com as palavras que saem da minha alma, lindíssima.
És um amor!
Beijokas para Portugal directo daqui de Espanha. MUAC!

....
Uma passagem única também é tão importante quanto as outras que virão, Nana. Mas a primeira nunca dará lugar à outra importância. Obrigada pela visita, coração!

....
Por este motivo tenho pena que seu anterior Blog tenha desaparecido, Ilaine-amiga. Espero que tenhas guardado muito bem guardado para que no futuro possamos desfrutar daqueles momentos em que seu coração captou àquelas imagens de cidades... Nem imagina o valor que dei.
O importante da escrita é torná-la pública e accessível. A opinião e valorização é muito relativa. Há que libertar as palavras que a nossa memória organizou e não esperar que ela retorne... Quando sai de nós, passa a pertencer ao mundo.

Beijossssssssss para ti, linda

O Micróbio II disse...

"(Esqueça a história do fim do mundo... Escreva!)"... fiquei aliviado! Eu que vivia com o velho trauma gaulês (sempre à espera que o céu me caia em cima da cabeça)... :-)

Joice Worm disse...

Micróbio... Não sei porque encontrou este nome para lembrarmos de ti. Espero que sejas o vírus da felicidade e de cada vez que fizermos um click para irmos ao seu encontro, seja para chorar de tanto rir e deitar na cama para rolar... Nunca por adoecer! (risos).
Beijokas aos montes... Atchimmmm.
Viche!

Ana Paula Duarte disse...

Me classifico na linha de uma blogueira louca que escreve o que sai de suas entranhas...Da alma, profunda e misteriosa...Escrevo de mim...tristezas, dores, alegrias, nostalgias...O fato é que nós akie compartilhamos sorrisos e lágrimas, e assim surge a poesia.
Bjos.

Táxi Pluvioso disse...

Por acaso sempre pensei quanto lixo poderá o ciber-espaço comportar. Um dia explode de tanta informação.