sexta-feira, 25 de abril de 2008

Grandes amigos

Que delícia é ter amigos. Partilhar coisas nossas...

Até daquelas maluquices de idéias que penso que são ótimas idéias, meu amigo vibra, bate palmas, e me deixa mergulhada em uma alegria indescritível... Depois de rirmos juntos, meu amigo conversa devagarinho e vai ponderando uma coisinha aqui, outra ali... Até me fazer pensar na realidade, de forma que eu não me machuque...

Grandes amigos, são estes que tenho... E não é só um! Imagine... Dizer que só tenho um amigo. Nem pensar! Tenho muitos mesmo. E cada um, é como é. Cada um, pensa como pensa e age como age... Mas jamais trai a minha amizade para me superar, ou me questiona com arrogância uma atitude errada que eu tenha tomado... E principalmente, jamais me deixa de falar ou me esquece.

Um beijo para ti meus amigos! Que toda a energia que move este mundo, vos protejam!

11 comentários:

Dauri Batisti disse...

Linda a valorização da amizade que se vê neste post. Deve ser bom fazer parte dessa lista de amigos. Obrigado pela visita ao essapalavra e pelo carinhoso comentário.

Lola disse...

Sinto muita falta dos meus amigos!!
Ler esse post me fez pensar neles!

No Limite do Oceano disse...

Joice espero que esse beijo também possa ser partilhado comigo :-S.
Espero um dia poder ter o prazer de dar um outro sentido que dou quando leio os teus textos e quando os comento quando te conhecer pessoalmente. Nunca sabemos o dia de amanhã :- )

É estranho que numa semana já tenha escrito umas linhas da tal história, talvez o limite do oceano não seque só porque está em maré baixa. Acho que é apenas uma questão de oportunidades...

Beijos!

*Hugs n' smiles*
Carlos

Beto Matos disse...

Amei sua visita, amei seu espaço e, na verdade, a minha inspiração leu o poema. Mas, como disse Cortázar: "Como se fosse possível escolher no amor..."

JOICE WORM disse...

Dauri,
Eu também lhe agradeço o retorno da sua visita. E lhe garanto que o mútuo carinho de um "novo" amigo é algo ainda mais especial. Não falharemos! Beijokas da Joice.

Lola,
É super bom dizer que sente falta dos amigos. É sinal que os têm.
Infelizmente, a vida proporciona para uns algumas dificuldades geográficas e outras financeiras, para uma comunicação mais efectiva... Daí surgiu a internet. E sabendo endereços eletrônicos e etc. e tal, ficou um bocadinho mais fácil nos acercarmos deles outra vez. Ou fazer novas e dinâmicas amizades.
Sabe de uma coisa, há pessoas que gosto muito e considero um amigo, mas que só demonstra alegria, se eu o procurar primeiro... Mas a recíproca quase nunca é verdadeira... Por isso digo que cada um é como é. E o melhor que temos a fazer, é tentar não julgar e fazer a nossa parte. Com a consciência de que procuramos o amigo, porque "nós" queremos saber onde estão e como estão. Mais nada! Assim alimentamos a amizade. E o mundo parece o "País das Maravilhas"... (Risos) Não sei porque, hoje me sinto no mundo da Lua. Beijos para ti Lola. Também gostei de visitar seu espaço. A visita já está garantida!!

Carlos (Limite), aliás... Carlos (Oceano), por vezes não gosto deste limite no oceano. Parece que tem fim. E lembra-me o abismo. (risos) e cruz credo.
Você "é" um dos meus amigos! E nunca esqueci da sensação que tive ao ler os seus textos a quase 1 ano atrás. Suas descrições poéticas e cheias de sentimentos, o que nunca deixou de ser ao longo dos post seguintes, numa constância deliciosa.
Não, amigo. Seu oceano não secará, sequer faz parte da natureza e você já está ligada à ela.
(Quanto a nos conhecer pessoalmente, vem aí o verão e de Portugal à Badajoz, é só querer. Meu coração já está feliz com a sua visita! Já pensou?)

Beto,
Obrigada também por passar por aqui. Ontem descobri posts incríveis e você me surpreendeu, por ter um perfil tão jovem, cabeça madura e sensibilidade poética. Fiquei muito feliz. Um super beijo para ti!

Jacinta disse...

Ei Joice,
uma verdadeira declaração de amor vejo na expressão "Que delícia ter amigos". E o sentimento de amor a amizade é, quem sabe, o sentimento que mais nos torna gente diante do outro. Fazer amigos é, também, uma arte. Isso penso.
Beijos e bom final de semana.

Jacinta

Filipa Epifânio disse...

Como eu estou de acordo com este post :) Vale bem mais uma mão cheia de verdadeiros amigos do que uma lista interminável de conhecidos...

*

Ilaine disse...

Joice!

Ter amigos é fundamental.
Tenho sentido muita falta dos meus lá do Brasil. Andam muito ausentes, quase distantes... E eu tenho sofrido com isto. Mas sei que posso contar com eles. Sempre!

No entanto, através de meu blog encontrei amigos também, alguns verdadeiros. Acho isto maravilhoso. Através de comentários carinhosos, pudde sentir amizade e auma alegria imensa.

Uma amiga encontrada pela internet é a JOICE!!! Autora do blog "O pequeno milagre".

Obrigada por isto!

Beijos

JOICE WORM disse...

Jacinta, Filipa e Ilaine... Três mulheres surpreendentes que tive oportunidade de conhecer virtualmente. E como a "delícia" desta amizade é verdadeira, sigo saboreando cada um de vocês!
Um bem haja para todos!

Ilaine, fiquei lisonjeada. E como sei o que é ter saudades do Brasil (ainda por cima com a posse dos nossos amigos...). Beijokasssssssssss

Marcos Santos disse...

Boa Joice

Amigo é principalmente aquele que entende nossa ausência e não cobra. O reencontro é aproveitado até a última gota, como se fosse pela última vez.

Beijos
Marcos

JOICE WORM disse...

Marcos, amigo é bom até quando temos saudades deles...