segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Dilema - A mulher e seu amante

Um intervalo ao Conto por um Dilema...

Bom, não é um dilema desconhecido, mas tenho que saber muitas opiniões para conseguir decifrá-lo...

"Uma jovem casada, abandonada pelo marido, excessivamente entregue aos negócios, deixa-se seduzir e vai passar a noite com seu sedutor em uma casa do outro lado do rio.
Para voltar no dia seguinte muito cedo, antes da volta do marido, que está de viagem, deve passar a ponte, mas está lá um louco que lhe impede a passagem.
Corre então para pedir ajuda a um barqueiro que lhe recusa atravessar se ela não pagar o bilheite. Ela não tem dinheiro e ele não a passa se não receber adiantado.
Vai pedir ajuda ao seu amante e lhe pede dinheiro. Ele se nega sem dar explicação.
Vai pedir ajuda a um amigo que mora ali perto e que tem por ela um amor platônico que ela nunca correspondeu, lhe conta tudo que está passando e lhe pede dinheiro para atravessar o rio pagando ao barqueiro. Mas ele também se nega.
Então decide arriscar passar pela ponte e o louco lhe mata!

Pergunta-se:

Quem é o responsável pela morte dela por ordem de valores? A própria mulher, o marido, o amante, o amigo, o louco ou o barqueiro?
E quem tem a menor culpa?"

(Tentem discutir em família e se conseguirem uma conclusão, digam-me...)

3 comentários:

la chica maravilla disse...

Olà linda!
Eu tambén nao esqueçei de vc! Ainda estou meditando sobre o dilema depois uma semana... :P! Acho que a pessoa máis responsável de isso que acontece é a mulher: é uma pessoa adulta que decide atuar assim e o louco nao pode ser responsável si e enlouquecido. Depois...nao acho que tinha mais responsáveis so gente pouco solidária, por ordem: o amante (nao é preciso querer-lhe mais pode ser un pouco máis amável), o barqueiro (carece de solidariedade), o amigo (guarda muito rancor que nao é bom para ele mesmo). Acho que o marido nao é responsável nem tem culpa: nao existe una relaçao causa-efeito entre o abandono e a morte da sua mulher nem mesmo que ela deixa-se seduzir por um sedutor.

Conclusao: a mulher é responsável mais nao culpável, coitada!
Beijinhos,
Caro
P.D. He encontrado muy buena tu nueva página, la leo aunque como no estoy en esa página no puedo añadir comentarios pero lo haré a través de ésta, ¿te parece?
A la vida le doy gracias por tu existencia, tan divina que tú eres!
Beso fuerte! :)

CarLitos disse...

olaaaaaaaaaaaaaaa! deixa lá isso! o amo é muito complicado =))
passa no meu blog! tenho saudades dos teus comentarios =))
***

No Limite do Oceano disse...

Joice!!!!! Claro que deves continuar a comentar! Qual a razão que tu terias para não o fazer?

Não te sintas ignorada, porque um raio de sol quando me ilumina também irá fazer o mesmo por ti.

...tenho andado afastado do blog e afins...há dias que o tempo passa muito depressa e não consigo ter tempo para deixar as ideias assentarem no seu devido lugar. Ficam dentro de mim como poeira num velho tapete.

Um enorme beijo e nunca te esqueças que as palavras são veículos...

*Hugs n' smiles*
Carlos