terça-feira, 8 de julho de 2008

Deixa lá...

Gente... Tem vezes que dá vontade de levar a vida a brincar... Lhes juro!

Esta semana, por diversos meios, li e ouvi notícias escabrosas de onde anda o dinheiro e por onde ele corre... E o povo trabalhando feito doido para ver se vai passar umas férias com a família numa prainha que não dê muita despesa... Ou então, fazendo dívidas terríveis e usufruindo do décimo terceiro salário alegando que "merece", mas depois quando volta, põe a mão no coração e começa o pesadelo: Pagar os empréstimos!

Deus do céu?! Manda lá uma chuva de oportunidades e facilidades pr'agente sentir o gosto! (Claro que não me excluo... Cada vez que me mexo, me assusto!!)

Mas sigo com meu sorriso baiano. Sempre de bom humor. (Esta semana já chorei... mas passou. Reaji e Superei. Sabe como? Tinha amigos!!).

Não há nada que tenha mais valor que um amigo. Apesar do dinheiro trazer algo parecido com a felicidade...

13 comentários:

Antonio saramago disse...

O Dinheiro não é tudo não senhor, mas é uma ajuda enorme!!!

Fernanda disse...

Sem dúvida que o dinheiro dá segurança, mas de forma alguma felicidade; vemos a prova disso todos os dias com pessoas famosas e anónimas que mesmo sem problemas econónimos andam completamente perdidas.
Quanto a empréstimos...às vezes é necessário dizer não aos nossos desejos, para evitar problemas e noites sem dormir. Estabelecer prioridades, pedir empréstimo para comprar uma casa é uma coisa, pedir um empréstimo para ir de férias, é loucura!
Beijos!
P.S. Ainda bem que o sorriso já voltou, Joice ;)

JOICE WORM disse...

Antonio,

O dinheiro comedido ajuda imensamente. Todo mundo sente o mesmo. Não há como negar.

Fernanda,

Eu também acho uma loucura pedir empréstimo para viajar de férias... No meu caso, pedi uma vez porque tinha que ir ao Brasil. Meu pai morreu, e afinal, só depois de 1 ano é que conseguir chegar lá por uma semana para resolver coisas, etc.

O Profeta disse...

E este Sol impõe a claridade
Pôs no celeste a Lua a bocejar
Perdi a conta das estrelas no céu
Ergui-me em bicos para as contar


Voa comigo sobre as emoções


Mágico beijo

Assim que sou disse...

Em outras palavras, o bem do amor é a melhor e mais rentável escolha financeira. Amigos são a nossa bem-aventurança porque pode sempre nos oferecer a bendita e bem-vinda condescendência.
Teu bom humor, teu bem do humor serão sempre tua maior força.

beijo grande. Veronica

Alice disse...

.... como dizem as Escrituras, ... o dinheiro é a raiz de todos os males..... mas o que fazer se precisamos dele para qualquer coisa ?... ainda bem que amar é de graça. ( bem, pelo menos para a maioria)

bjkasssssssssss

Ana Baldner disse...

Te achei aqui... estava sentindo sua falta no GO... mas agora vou matar as saudades...

bjs

xistosa - (josé torres) disse...

O dinheiro trás a felicidade fátua que ilusiona, ou ilude, mas também desaparece rapidamente.
Mas todos vivemos de ilusão em ilusão.
Acabando por esquecer um amigo ...

Fernando Rozano disse...

e por aqui, os escandâlos permanecem cada vez vivos e...bom, deixa para lá mesmo, acredito que, mesmo com muito pouco ou nada, não há muito que compre dignidade, integridade, valores que muitos, felizmente, carregam em seus DNAs.
post muito oportuno. beijo.

JOICE WORM disse...

Profeta,

Pois é, para mim o que ensombra a claridade é justamente a força brutal que o dinheiro tem a mania de impor a tudo que nos rodeia.
Sempre quis ser eremita, pensadora, filósofa da natureza e viver da pesca... Não deu outra. Casei, tive filhos e entrei no sistema!

Assim que sou,

O Amor tem mesmo que estar presente, senão, para que serve o dinheiro, para estragar corações e depois se encontrar só?? Alguns fazem isto, por este motivo que o danado do ouro parece tão malévolo!

Alice,

O dinheiro sempre foi e sempre será um meio de comprar felicidade inigualável. O que faz do dinheiro um mal comum, não está implícito nele, mas no seu exterior...ou melhor, a mão de quem lhe toca.

JOICE WORM disse...

Ana,

Que alegria te ver, e melhor, que alegria ter sido achada por ti.
Aproveitei e passei lá no seu Blog, que diga-se de passagem, está lindo e eu ainda não conhecia... Deixei logo a minha marca do Zorro!!! He, he...
Beijos grandes para ti.
(PS. A lentidão do GO me deixa eufórica!)

Torres,

Acho que o dinheiro nos deixa com ilusões que afinal conseguimos concretizar. Há muita gente rica que fez muito bem a si e aos outros. E há aqueles que só pensam em si próprios e usam e abusam desta varinha mágica. E os escândalos não deixam de surgir... Aí é que está o mal... "A forma de uso"

JOICE WORM disse...

Fernando,

Quase ia esquecendo de comentar sua intervenção...
É justamente aí que eu quero chegar. O dinheiro não é nada de especial e compra mesmo alguma felicidade dentro dos desejos implícitos em cada um.
O problema está no DNA de quem vem a ter a sorte de tê-lo em mãos e o mal gastar é a morte do dinheiro e de todo o seu entorno.
Obrigada por sair da sua vida atribulada para me dar esta atenção e carinho. Você é 10. Bjs.

No Limite do Oceano disse...

Tens razão, um amigo tem mais valor que o próprio dinheiro e que este poder trazer algo parecido com a felicidade. Joice de que vale ter muito dinheiro sem ter amigos? Sem eles não se pode partilhar o bom da vida e não há nada mais "saboroso" que poder partilhar seja o que for com alguém que seja meu amigo.

Dizias que choraste e que recuperaste, mas penso que já sabes que o meu ombro é também teu amigo :- )

*Hugs n' smiles*
Carlos