segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Mãe preocupada...

Tenho um filho chamado EUROS
Mas o danado nunca está em casa.

Por acaso ele está aí?
Se estiver, diga-lhe que preciso muito dele, aqui.
Mas, que não lhe deixe sem a entrega que foi fazer.

Ô menino levado... Está sempre fugindo!!

Tenho saudades quando ele andava perto de mim,
Dentro da minha bolsinha de moedinhas,
Dentro da minha carteira de couro,
Dentro de uma calça jeans, todo enroladinho,
Dentro de um livro, fazendo de marcador...

Até tenho saudades de entregar uma parte dele no supermercado.
Ou em alguma loja de electrodoméscticos. Há coisas que fazem falta.

Volta meu filho, volta. A mamãe tem saudades de ti.
Volta EUROS. Nem imagina a falta que me fazes...
Filho amado, querido da minha vida... tu,tu,tu,tu...
Onde estás...

13 comentários:

Vivian Mag disse...

...engraçado que eu tbm tenho um filho desaparecido há tempos...só que o meu tem outro nome, chama-se REAL...é sim...REAL de realeza, só que de realeza não tem nada o coitadinho, porque escolheu nascer na PLEBE...rsss...onde será que se esconderam as crianças tão amadas, né Joice?...já sei...devem estar nos procurando em algum Sanatório...depois deste "papo" só pode...kkkk...beijussssssssss linda! BOM DIA!

Carla disse...

ehehehee bem engraçado o teu texto
boa semana
beijos

João Videira Santos disse...

Estou de volta! agradeço o carinho das suas palavras esperando que tenha lido tudo a que se prupõs. Volte. Quanto ao seu "filho" Euros...bom, também estou esperando que o meu regresse...

No Limite do Oceano disse...

Joice,
O teu texto está muito engraçado e é uma forma de "brincar" com algo que está a afectar as pessoas um pouco por toda a parte. A vida já é demasiado séria para estarmos sempre de má cara, se pudermos sorrir é sinal que o que vai volta...

*Hugs n' smiles*
Carlos

Lu Cavichioli disse...

rssrrs.... meus sais!!!! Tu realmente és inteligente e super bem humorada.

Amei o texto - teu filho Euros!

Nossos filhos reais (terra brasilis)

ultrabeijos

Daniel Fernandes disse...

Uma metáfora deveras interessante.
Boa maneira de ver o EURO.
Afinal quem não precisa dele?

Vieira Calado disse...

Afinal você escreve em português e castelhano!
Boa!

Beijinhos

Mila disse...

Dizem que cada um tem o filho que merece.... O meu se chama Real... mas vive no mundo da imaginação... hehehehehe
Beijos Mila

Rosemari disse...

Joice

Enquanto procura seu Euros , vai lá saciar sua sede de poesia no Asas Róseas.
Amiga você é muito sagaz!!

beijos

Denise disse...

Joice
O meu filho se chama REAL, também estou a procura desse menino fujão, será que estão juntos?
rsrsrs.
Bjs

xistosa - (josé torres) disse...

Só hoje soube o que eram esses euros ... quando vi na televisão, uma cara faminta, mas que gastou 200 euros para ver a Madonna Louise Veronica Ciccone Ritchie, no concerto em Lisboa.
Talvez nem tenha uma despensa, (local onde se guardam, em princípio elementos de comer, não perecíveis, arroz, massa, açúcar, conservas, etc.), mas os euros para ver a fulana, não faltaram.

Joice
Faça como eu.
Não compro calças com bolsos, não leio ou utilizo outro marcador e deixei de usar "bolsinha de moedas", (porta-moedas).
O euros, ou os euraos, andam arredados ...

Agora mais a sério, dum nada, como cresceu algo grande.

Obrigada.

Tiago Soarez disse...

HAHAHAHHA

O meu filho tem um nome bem bonito também: REAL!

Mas ele sumiu e não aparece nem com reza brava! rs...

Beijos!

Bossa Nova Café - textos, música e arte!

Fragmentos Repartidos disse...

LOL
Este texto está engraçado :)

O EURO anda sempre a fugir de um lado para o outro! Será que tem medo das pessoas?! Preferia o meu amigo ESCUDO, tinha mais bom senso e passava mais tempo connosco. Enfim, temos de nos habituar com as poucas visitas que o EURO nos vai fazendo de vez em quando.

Abraço.